Mulher é presa por manter filho em cárcere privado

Uma mulher, de 32 anos, foi presa por manter o filho, de 13 anos, em cárcere privado na cidade de Periquito, no Vale do Rio Doce, nessa quarta-feira (25/1).

 

Segundo a Polícia Militar, o Conselho Tutelar pediu apoio aos agentes após denúncias informarem que menino estava em cárcere e gritando por socorro. 

 

Quando os militares chegaram no endereço, conseguiram ouvir os gritos já no portão da residência.

 

No boletim de ocorrência, a casa foi descrita como “desorganizada com muita sujeira e barro, um ambiente insalubre, com comida jogada no fogão e roupas pelo chão”.

 

O menino foi encontrado sentado no chão de um quarto, com os braços e pernas amarrados e ferimentos por todo o corpo, principalmente nos pulsos e nos pés.

 

 

A mãe do garoto contou para os policiais que ficou por quatro dias com o filho em um hospital de Governador Valadares e que, quando voltou para casa, o menino relatou que “não gosta de ficar com ela e sim com a avó, por isso o amarrou para sua segurança”. 

 

A mulher ainda disse aos agentes que já brigou outras vezes com o filho e alegou que ele tem alterações psicológicas e fica agressivo às vezes.

 

O menino foi levado pelo Conselho Tutelar para atendimento médico, fez exames de corpo de delito e está sob os cuidados da avó. 

 

A Polícia Civil ratificou a prisão em flagrante da mãe por crime de sequestro e cárcere privado qualificado. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *